Inari – Deusa da agricultura e da prosperidade

Share the love
  • 1
    Share

Inari - Deusa da agricultura e da prosperidade | Wicca, Magia, Bruxaria, Paganismo
Read it in English!

Atribuições: Raposas, fertilidade, arroz, chá, saquê, prosperidade e sucesso mundano
Símbolos: Raposa branca/vermelha, foice, saco de arroz e a cor vermelha
Local: Japão

Inari - Representação da Deusa por Dreoilin (DeviantArt)

Inari ou Oinari é uma das principais divindades do Xintoísmo no Japão, possuindo mais de 30 mil altares e templos dedicados à ela (sem contar os altares caseiros e pequenos encontrados em estradas).

A cor vermelha é muito presente no culto a ela, aparecendo em raposas, seu símbolo mais comum, e nos Torii presentes em locais de devoção.

As estátuas de raposa, geralmente, são encontradas em pares: um macho e uma fêmea. Isso acontece pois Inari possui uma representação na forma de uma jovem Deusa dos alimentos, um senhor idoso carregando sacos de arroz ou, ainda, um bodisatva andrógino para os devotos do budismo. Sua aparência depende muito das crenças e tradições de cada um, fazendo de Inari uma divindade muito pessoal.

Essas estátuas normalmente apresentam algum item em suas bocas ou sob uma pata dianteira, podendo ser, mais comumente, uma moeda ou uma jóia e uma chave, mas também pode ser um ramo de arroz, um pergaminho ou um filhote de raposa.

Seu principal santuário fica em Kyoto, na cidade de Fushimi. O local é muito visitado por turistas e devotos, sendo um dos locais mais característicos do Japão.

Fushimi Inari Taisha - Templo de Inari em Kyoto
Fushimi Inari Taisha – Templo de Inari em Kyoto

Sendo a Deusa ou Deus do arroz, Inari também é associada com prosperidade geral, e no Japão feudal era a padroeira de espadachins e mercadores.

Seu aspecto mais forte é o de divindade da agricultura, protegendo os campos de arroz e abençoando os fazendeiros com uma safra fértil todos os anos.

Há um mito que diz que Inari desce de sua montanha todos anos durante a primavera, abençoando as plantações de arroz. Durante esse período, ela assume a forma de uma jovem mulher para dormir com os homens. Um desses homens percebeu que estava dormindo com a Deusa quando viu uma cauda vermelha e peluda por entre os lençóis, mas não falou nada. Inari recompensou sua discrição dobrando a colheita daquele ano.

 

Uma Deusa, Várias faces

Algumas vezes ela também pode ser vista como um conjunto de outras divindades que variam de acordo com o período que o país se encontra. Inicialmente eram 3 divindades (Inari sanza), mas desde o período Kamakura esse número aumentou para 5 (Inari goza).

De acordo com os registros em seu santuário, Izanagi, Izanami, Ninigi e Wakumusubi já foram relacionados com Inari em determinado momento, mas hoje as cinco divindades relacionadas com ela atualmente são Ukanomitama, Sarutahiko, Omiyanome, Tanaka e Shi.

Em Takekoma Inari, o segundo templo mais antigo dedicado a Inari, as três divindades relacionadas a ela são Ukanomitama, Ukemochi e Wakumusubi.

Por vezes, seu aspecto feminino também é identificado como Dakiniten, uma divindade budista que é a correspondente japonesa à Dekini indiana. Sob essa forma, como comentamos anteriormente, ela é vista como andrógina e representada montada em uma raposa branca voadora.

Há quem diga que todas as divindades que possuem relação com alimentos podem ser relacionadas a Inari de algum forma.

Inari na cultura pop

O jogo Persona 3 Portable, lançado para Playstation Portable (PSP) em 2009 possui referências a diversas divindades de várias religiões e ao tarot. O protagonista do jogo invoca as personas (manifestações de sua personalidade) através das cartas com diferentes arcanos.

Entre essas referências, há um santuário dedicado a Inari que duplica alguma carta escolhida pelo jogador. Isso remete à fertilidade e prosperidade dessa divindade.

Templo dedicado a Inari no jogo Persona 3 Portable

O jogo Persona 5 (lançado em 2016 para Playstation 3 e 4) também continua com a temática voltada ao paganismo, e um dos protagonistas (Yusuke) possui uma vestimenta que claramente referencia Inari.

Outra protagonista, Futaba, o chama pelo nome da Deusa, ao invés de usar o seu próprio nome.

Referência a Inari no jogo Persona 5

No jogo Splatoon, lançado para Wii U em 2015, há uma estátua de raposa branca com detalhes em vermelho no mapa principal do jogo.

Estátua dedicada a Inari no jogo Splatoon

Siga e ouça gratuitamente Trismegistia no Spotify

 

Invocando Inari

Lembrete:

Dentro da Wicca não existem regras e nem receitas prontas para invocar nenhuma Deusa. O ritual de invocação parte de dentro de cada um. Porém, ao vermos os mitos e símbolos de cada deusa, podemos sugerir formas de invocá-las. Lembre-se também de checar nosso Calendário para datas festivas, eventos e curiosidades.

A Deusa Inari está intimamente ligada ao arroz e à prosperidade. Portanto, uma forma de se conectar com ela para atrair prosperidade para a sua vida é preparando uma refeição com arroz e decorando a mesa com as cores vermelha e branca.

Enquanto prepara o alimento, concentre-se na Deusa e nas bênçãos que ela fornece aos agricultores. Dedique o alimento que está preparando a ela e peça para que a prosperidade e a abundância sejam cultivadas em sua vida!

Antes de comer, faça como os japoneses e agradeça pela comida. Após comer, agradeça também.

Se você tiver convidados para a refeição, presenteie cada um deles com miniaturas de raposas para que eles a levem para casa.

Agradeça a Deusa.

 

 


Share the love
  • 1
    Share

Deixe uma resposta