Søndag Søund – Letra e tradução de Scarborough Fair com Simon & Garfunkel

Share the love

Sondag Sound - Músicas mágicas, folk, pagãs, celtas e wiccanasSøndag Søund - Letra e tradução de Scarborough Fair com Simon & Garfunkel

Søndag Søund traz, aos domingos, dicas de músicas e artistas relacionados de alguma forma às tradições pagãs, à Wicca, à bruxaria e à magia.

Scarborough Fair é uma música de autoria desconhecida que ficou popular durante o século XIV na Inglaterra medieval. Estudos indicam que a música deriva de uma canção ainda mais antiga da Escócia, The Elfin Knight ( O cavaleiro Elfo), que possui como tema um Elfo e uma mulher que oferecem um ao outro tarefas impossíveis para serem cumpridas. Ao longo dos anos Scarborough Fair foi reescrita e adaptada, tendo sua versão mais popular hoje em dia gravada em 1966 pela dupla norte-americana de música folk Simon & Garfunkel que adicionou versos da canção anti-guerra “Cantic” da própria dupla (estes versos estarão entre parênteses).

Scarborough é uma cidade localizada na costa leste da Inglaterra em North Yorkshire. A feira de Scarborough foi muito popular nos tempos medievais onde era possível encontrar ervas medicinais, ervas para feitiços, mercadorias em geral e entretenimento. Ela acontecia uma vez ao ano a partir do dia 15 de Agosto e durava 45 dias. Diz-se que bardos cantavam diferentes versões da música enquanto viajavam pelas cidades.

A canção conta a história de um viajante que, ao se dirigir à Feira de Scarborough, encontra um homem (ou uma mulher quando a música é cantada por mulheres) que pede a ele que mande lembranças a uma mulher (ou a um homem) que se encontra na Feira, dizendo esta ter sido o grande amor de sua vida. Além disso são solicitadas diversas tarefas impossíveis e a repetição de quarto ervas: Parsey (Salsa), Sage (Sálvia), Rosemary (Alecrim) e Thyme (Tomilho). No momento em que as tarefas impossíveis fossem realizadas, a pessoa se tornaria definitivamente o grande e verdadeiro amor. Mas como realizar tarefas vistas como impossíveis? Com magia!

As quatro ervas possuem forte simbolismo mágico e, na bruxaria, ao serem colocadas juntas se transformam num amuleto do amor. O que se entende da canção é que o viajante não compreende o poder das ervas que acabam se tornando um enigma que seria compreendido apenas pela mulher (uma bruxa?) residente da Feira de Scarborough.

Outra interpretação sugere que a pessoa em Scarborough deveria apresentar todos os quesitos para se tornar o grande amor de quem enviou a mensagem e as quatro ervas simbolizam estes quesitos, sendo:

 

  • Parsely (Salsa) – conforto
  • Sage (Sálvia) – força
  • Rosemary (Alecrim) – amor
  • Thyme (Tomilho) – coragem

Scarborough Fair é tão popular que nos tempos atuais diferentes cantores criaram suas versões. Além de Simon & Garfunkel, podemos ouvi-la nas vozes de Sarah Brightman e do grupo Celtic Woman por exemplo.

No popular jogo de videogame Bayonetta, a personagem, que é uma bruxa, possui quatro armas mágicas onde cada uma leva o nome de uma erva. Além disso cada arma possui um adorno no formato das folhas de cada uma das ervas.

Para maiores informações sobre Simon & Garfunkel, você pode acessar o site oficial deles.

Søndag Søund - Scarborough Fair


Søndag Søund – Scarborough Fair

Confira abaixo a música, a letra e a tradução de Scarborough Fair )O(

 

Simon & Garfunkel
~ Scarborough Fair / Cantic ~

Are you going to scarborough fair
Parsley, sage, rosemary and thyme
Remember me to one who lives there
She once was a true love of mine

Tell her to make me a cambric shirt
(A hill in the deep forest green)
Parsley, sage, rosemary and thyme
(Tracing of sparrow on snow-crested brown)
Without no seams nor needlework
(Blankets and bedclothes, the child of the mountain)
Then she’ll be a true love of mine
(Sleeps unaware of the clarion call)

Tell her to find me an acre of land
(On the side of a hill a sprinkling of leaves)
Parsley, sage, rosemary and thyme
(Washes the grave with silvery tears)
Between the salt water and the sea strand
(A soldier cleans and polishes a gun)
Then she’ll be a true love of mine

Tell her to reap it with a sickle of leather
(War bellows blazing in scarlet battallions)
Parsley, sage, rosemary and thyme
(Generals order their soldiers to kill)
And gather it all in a bunch of heather
(And to fight for a cause they’ve long ago forgotten)
Then she’ll be a true love of mine

Are you going to scarborough fair
Parsley, sage, rosemary and thyme
Remember me to one who lives there
She once was a true love of mine

 

Simon & Garfunkel
~ Scarborough Fair / Cantic ~

Você está indo à Feira de Scarborough?
Salsa, sálvia, alecrim e tomilho
Mande lembranças minhas para alguém vive lá
Uma vez ela foi meu verdadeiro amor

Diga a ela para me fazer uma camisa de cambraia
(Uma colina no meio do verde da floresta)
Salsa, sálvia, alecrim e tomilho
(Traços de pardal numa crista de neve marrom)
Sem costuras e nem uso de agulha
(Cobertores e roupas de cama, a criança da montanha)
Então ela será o meu verdadeiro amor
(Dorme sem perceber o chamado da trombeta)

Diga a ela para me encontrar um acre de terra
(Do lado da colina um punhado de folhas)
Salsa, sálvia, alecrim e tomilho
(Lavam o túmulo com lágrimas de prata)
Entre a água salgada e a costa do mar
(Um soldado limpa e dá brilho à arma)
Então ela será o meu verdadeiro amor

Diga a ela para ceifar com uma foice de couro
(Foles de guerra ardendo em batalhões vermelhos)
Salsa, sálvia, alecrim e tomilho
(Generais mandam seus soldados matarem)
E juntar tudo num maço de urze
(E lutarem por uma causa que esqueceram há muito tempo)
Então ela será o meu verdadeiro amor

Você está indo à Feira de Scarborough?
Salsa, sálvia, alecrim e tomilho
Mande lembranças minhas para alguém vive lá
Uma vez ela foi meu verdadeiro amor

 

Ouça a playlist Søndag Søund no Spotify!


Share the love

Deixe uma resposta